Antecipação de recebíveis: entenda quanto isso favorece sua gestão fiscal

O dia a dia de todos os gestores e empreendedores envolve planejamento, desenvolvimento de estratégias e metas a serem atingidas. Para que tudo isso aconteça, é preciso organização e controle de todas as operações. E nessa rotina cheia de processos, um assunto que ainda costuma causar dúvidas é a antecipação de recebíveis.

Afinal de contas, vale a pena utilizar esse recurso em alguma situação? Essa medida realmente significará benefícios para a empresa? Outras opções de créditos, como um empréstimo, não seria a melhor opção? Para responder a todas estas perguntas é importante compreender o que significa a antecipação de recebíveis e como usá-la de forma sensata.

O termo refere-se a um recurso que visa antecipar os pagamentos que serão feitos à empresa. Ou seja, uma instituição antecipa esse dinheiro, mas cobrando taxas bem menores do que outros créditos, como o empréstimo, por exemplo.

A estratégia pode ser usada para garantir fluxo de caixa, capital de giro, entre outras operações. Além disso, há alguns benefícios para a gestão fiscal, como os que listamos abaixo. Confira!

O recurso não significa dívida para a empresa

A contratação de novos funcionários, aumento do capital de giro, sazonalidades que precisam ser exploradas ou mesmo algum imprevisto são algumas das situações que podem ser resolvidas com a antecipação de recebíveis.

De maneira geral, essa estratégia significa que um banco ou operadora financeira antecipa à empresa o dinheiro que seria recebido das vendas, duplicatas ou outros recursos que não estão disponíveis de imediato.

Com isso, a instituição financeira oferece essa vantagem mediante o pagamento de algumas taxas e isso não quer dizer que a empresa contraiu uma dívida!

Pelo contrário, diferentemente da situação causada por um empréstimo ou financiamento bancário, a antecipação somente acontece por conta dos recebimentos futuros já garantidos pela empresa.

As taxas são menores do que outros créditos

Claro que em situações emergenciais, em que é preciso conseguir dinheiro de alguma forma para cobrir gastos não planejados, soluções como empréstimos e financiamentos podem ser alternativas viáveis.

Porém, o ponto negativo da utilização desses recursos está no comprometimento dos rendimentos futuros para o pagamento de juros acarretados por essas operações. Esse é um dos maiores atrativos da antecipação de recebíveis que, se usada no momento certo, poderá significar um passo importante para o negócio.

A antecipação de recebíveis facilita as negociações externas

A negociação com clientes e até mesmo fornecedores é facilitada quando se tem mais dinheiro em caixa. Com isso, a empresa ganha flexibilidade e, muitas vezes, aproveita oportunidades muito mais competitivas com seus serviços e prazos.

Lembre-se, planejamento é a palavra-chave para o sucesso de qualquer negócio. As estratégias precisam ser planejadas e é importante acompanhar as métricas para saber os resultados e também pensar em inovações para os clientes.

A antecipação de recebíveis poderá ser positiva em diferentes situações, já que não compromete o fluxo de caixa e não causa endividamento. O importante é sempre estar atento às necessidades da empresa para definir as melhores estratégias.

Para continuar acompanhando nossas dicas e novidades, não se esqueça de assinar a newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *