Desafios da gestão fiscal eletrônica para filiais em várias cidades

A organização das empresas com relação à burocracia é fundamental. Além de trazer benefícios para a companhia, faz com que ela consiga estabelecer metas de crescimento sustentáveis ao longo do tempo. No entanto, quando se fala de um negócio que possui estabelecimentos em vários lugares, isso se torna um desafio. É por isso que cada vez mais tem crescido o uso da gestão fiscal eletrônica para filiais.

A seguir, você verá como a plataforma única pode ser de grande utilidade a fim de otimizar o trabalho e quais os principais desafios para a gestão fiscal das empresas. Ao final, mostraremos os benefícios que o uso de um software de cloud pode trazer. Confira!

O desafio de integrar dados

Documentos fiscais são compostos por um série de dados, de pessoas físicas ou jurídicas. Essas informações são essenciais, como CPF, CNPJ, endereço físico, informações de compra etc. Mas, e quando o cliente compra de diferentes filiais da mesma empresa?

É aí que a plataforma única entra para otimizar o trabalho. Ou seja, independentemente do local, o funcionário conseguirá localizar dados importantes de preenchimento. Por isso, é importante ter atenção a um software que englobe vários locais e permita essa troca, bem como detecte a presença de inconformidades.

As especificidades de cada unidade federativa

Um dos desafios apontados pelas empresas é o fato de cada localidade ter suas especificidades em relação ao fisco. Existem leis municipais que solicitam algumas informações e possuem algumas tributações que se diferenciam. Além disso, a percentagem de imposto também pode variar.

Por isso, a adoção de um sistema eficaz e integrado é essencial. Mas não basta que reúna dados. Ele precisa também estar configurado para atender às demandas dos diferentes locais. No mais, o software deve possibilitar a facilidade em preencher as informações, cálculo automático de impostos devidos, geração de relatórios de compras, etc.

Os arquivos salvos na nuvem

Hoje é impensável, ainda mais com várias filiais, manter documentos guardados de forma física. Imagine uma venda feita do outro lado do país e os colaboradores precisarem solicitar o envio de documentos para que possa ser gerada a NF-e correspondente. Isso pode prejudicar todo o processo da organização, fazendo com que ela perca vendas e, até mesmo, cometa erros na documentação, o que pode culminar em multas.

A ideia é que o software cloud facilite a emissão e gestão de documentos fiscais eletrônicos, mas também unifique o uso, permitindo um maior controle e segurança dos dados.

A escolha pela gestão fiscal eletrônica para filiais proporciona uma série de vantagens para a empresa. O fato de poder enviar automaticamente a nota fiscal para os clientes, evitar erros que podem levar a multas e problemas com o fisco, além da facilidade até mesmo para estornar o documento, são os principais pontos de relevância que ajudam as empresas a superar os desafios relativos à gestão de várias filiais.

Depois de ler este artigo, você percebeu que sua empresa precisa implementar o método? Entre em contato com a Migrate. Desenvolvemos módulos em cloud para emissão e gestão de documentos fiscais eletrônicos, como NF-e, MDF-e, CT-e, NFC-e, CF-e-SAT e NFS-e. Tudo isso em uma única plataforma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *