Descubra como escolher um software emissor de NF-e

A rotina fiscal de uma empresa pode ser conturbada e cansativa. Otimizá-la utilizando um emissor de NF-e é a solução para facilitar o processo. Porém é preciso se certificar de alguns pontos cruciais para garantir todos os benefícios que a ferramenta pode proporcionar.

Quer conhecer quais são os critérios fundamentais para adquirir um emissor que seja realmente vantajoso? Continue conosco, preparamos uma lista para guiar você durante essa tarefa. Confira!

O que considerar ao escolher um software emissor de NF-e?

Ao adquirir um software emissor de NF-e, é preciso avaliar alguns fatores importantes. Caso eles não sejam satisfatórios, os objetivos que a gestão deseja atingir com a implantação pode ser prejudicados. Confira a seguir o que é importante durante o processo de decisão!

Armazenamento na nuvem

O primeiro ponto que merece atenção é o armazenamento, já que — quando falamos da nuvem — essa modalidade elimina o problema de armazenar arquivos, assegurando ainda a integridade dos documentos fiscais.

Além de dissolver o gargalo  que é ter um estoque físico de documentos , o armazenamento na nuvem significa também a rejeição a um modelo falho de armazenamento, pois um dispositivo físico pode se corromper ou ser perdido.

Lembre-se também que a guarda obrigatória é de 5 anos. Para garantir que todas as NF-e fiquem em ordem, evitando prejuízos, incidentes e irregularidades futuras, é ideal contar com um método eficiente, como é o ambiente cloud.

Integração com o meio de pagamento

Um bom software de emissão fiscal oferece fácil integração ao seu meio de pagamento. Assim, esse processo é facilitado e otimizado, podendo ser feito de uma vez. Basta que a quitação seja efetuada para a rápida emissão da nota.

Compatibilidade com NF-e 4.0

Atualmente, os modelos de NF-e antigos estão sendo substituídos pelas notas NF-e 4.0. Em breve, a novidade será obrigatória para todas as emissões. Por isso, faz-se necessário que o sistema esteja sempre atualizado, a fim de atender ao novo padrão.

Tomar cuidado com esse detalhe, não infere em custos adicionais para as adaptações. Também há garantia que a empresa vai estar pronta e se enquadrar às novas exigências do mercado.

Suporte de qualidade

Durante o processo de emissão de NF-e, diversos problemas técnicos são passíveis de acontecer. Geralmente, a resolução implica que o profissional tenha conhecimento do software e do ramo fiscal.

Para solucionar tais questões pontuais com rapidez e eficiência, contar com um suporte gabaritado e rápido é essencial. Desse modo, optar por uma empresa que ofereça assistência ágil e de qualidade é um dos pontos mais importantes ao escolher uma fornecedora do sistema. Assim, garante-se a produtividade, evitando embargos e atrasos.

Avaliando esses pontos ao escolher o software emissor de NF-e para sua empresa, você garante que as necessidades do processo e da gestão fiscal serão atendidas sem dores de cabeça. Certifique-se que o produto que você está adquirindo é compatível e alinhado com sua estrutura.

Gostou do nosso artigo e acha importante escolher um bom emissor de NF-e? Quer encontrar o software ideal para sua gestão? Entre em contato conosco, temos serviços que atenderão às suas expectativas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *