S@T deverá ter equipamento reserva ativo!

De acordo com a nova Portaria CAT 08/2018, que altera a CAT 147/2012, publicada em 07/02/2018, o contribuinte obrigado à emissão de CF-e-SAT deverá dispor de equipamentos SAT de reserva ativados para atender aos casos de contingência.

A regra que exigia um segundo equipamento reserva já era válida no estado desde que houve a implementação do SAT. Porém, a nova portaria determina que esses equipamentos sejam ativados,assim, a Secretaria terá maior controle do volume de equipamentos no mercado.

O não cumprimento da legislação poderá acarretar em uma autuação de até 150% do valor da operação.

Uma saída que o contribuinte terá para não absorver um custo tão elevado em seu negócio, é optar pela emissão de NFC-e.

Com a emissão de NFC-e, o contribuinte precisá apenas de um equipamento SAT para contingência no estabelecimento. Assim, o custo que se teria na aquisição de um segundo equipamento é eliminado.

Entenda mais do processo baixando nosso material ou conversando com um de nossos consultores.

 

Reduza custos emitindo NFC-e em São Paulo

Posted in:

2 Comments

  1. olá, estava procurando a informação na SEFAZ Sp e não aparece. Tem algum link que corrobora?
    OBg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *